APP´s

As Áreas de Preservação Permanente, vitais para manutenção e preservação da fauna, flora, margens de rios, lagos e nascentes, que atuam na diminuição e filtragem do escoamento superficial e do carregamento de sedimento para os cursos d’água, vem sendo recuperadas desde 2014, quando assumimos a administração da propriedade. Quando iniciamos esse processo, nenhuma dessas áreas era isolada. Ao longo de uma média de 2 anos, cercamos 100% dessas áreas, bloqueando o acesso do gado até as nascentes e cursos d’água, e 75% delas já se encontram em fase de recuperação através do plantio de mudas e sementes de espécies nativas.

CORREDORES ECOLÓGICOS

Corredores ecológicos são áreas que unem os fragmentos florestais separados por interferência humana. O objetivo do corredor ecológico é permitir o livre deslocamento de animais e o aumento da cobertura vegetal. Com esses corredores, nossa intenção é minimizar os efeitos que o desmatamento provocou na área da fazenda. Esse trânsito de animais permite a recolonização de áreas degradadas, em um movimento que de uma só vez concilia a conservação da biodiversidade e o desenvolvimento ambiental na região.

SUPORTE E DESENVOLVIMENTO DO PROJETO DE REFLORESTAMENTO

O projeto de reflorestamento para a recuperação das APP’s foi desenvolvido e orientado pelo Prof. Dr. Ricardo Ribeiro Rodrigues (e equipe), coordenador do Projeto BIOTA/FAPESP, desenvolvido pelo Laboratório de Ecologia e Restauração Florestal da LCB/Esalq/USP.

Contato